Monsters and Monstrosities in Literature
Projects
     
  The City: A Monster and Its Monstrosities
Mariângela de Andrade Paraíso . adviser


Abstract

One of the earliest human creations, the city now seems to escape public control, growing in a disorganized manner. Going beyond its planned limits, the city more and more becomes a threat to its inhabitants. Among its monstrosities, the biggest may still be its power of seduction. Like the sirens that cross it, it attracts and destroys those who come close. If the city, like the labyrinth, keeps the Minotaur in some lost center, it stands like a sphinx, too, interrogating those who come close, which cannot be avoided.


Students

Isabella Vitral . volunteer


Bibliography

AUGÉ, Marc. Não-lugares. Introdução a uma antropologia da supermodernidade. Trad. Maria Lúcia Pereira. Campinas: Papirus, 1994.

BIGNOTTO, Newton (Org.) Pensar a República. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2000.

BRUNEL, Pierre (Org.) Dicionário de mitos literários. Rio de Janeiro: J. Olympio, 2000.

BUARQUE, Chico. Estorvo . São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

___. Benjamim. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

___. Budapeste. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

CANCLINI, Nestor García. Consumidores e cidadãos. Trad. Maurício Santana Dias. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 1995.

CARVALHO, Ruy (Org.) A cidade e as ruas. Novelas cariocas. Rio de Janeiro: Lidador, 1965.

GOMES, Renato Cordeiro. Todas as cidades, a cidade. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

GULLAR, Ferreira. Cidades inventadas. Rio de Janeiro: J. Olympio, 2000.

MANGUEL, Alberto; GUADALUPI, Gianni. Dicionário de lugares imaginários. Trad. Pero Maia Soares. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

MIRANDA, Wander Melo (Org.) Narrativas da modernidade. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

PEIXOTO, Nelson Brissac. Paisagens urbanas. São Paulo: Ed. Senac SP, 2004.

SANTOS, Luis Alberto Brandão. Saber de pedra. O livro das estátuas. Belo Horizonte: Autêntica, 1999


Back